Rio Mais Brasil, O Nosso Musical

Local: Rua Frei Caneca, 569 - Shopping Frei Caneca, 7º Andar.
Telefone: (11) 3472-2229 / 3472-2230
Horário: Sextas e Sábados às 21hrs e Domingos às 19hrs
Ingressos: Setor A – R$ 100,00 | Setor B – R$ 50,00
Duração: 105 minutos
Classificação indicativa: 12 anos

Informamos que o espetáculo inicia-se rigorosamente no horário.




 

EXALTA UM PAÍS QUE TEM NO SEU POVO A SUA MAIOR RIQUEZA

Idealizado por Gustavo Nunes, direção de Ulysses Cruz e texto de Renata Mizrahi.

Com Cris Vianna, Danilo de Moura, Danilo Mesquita e mais 17 atores / cantores / multi-instrumentistas, o espetáculo apresenta composições inéditas e canções consagradas na história musical do país.

O país de Villa-Lobos, Ary Barroso, Caetano Veloso, Rita Lee, Almir Sater, Tom Zé, Gilberto Gil. Mas também da mulher que carrega a lata d´água na cabeça, do menino que faz samba ou funk no morro ou no asfalto, do índio que dança em sua aldeia, do sertanejo que produz poesia à espera da chuva, da cabocla de jeito mestiço, do guri tri legal.

Idealizado por Gustavo Nunes, com direção de Ulysses Cruz e autoria de Renata Mizrahi, ‘Rio mais Brasil, o nosso musical’ mostra um país cheio de musicalidade e contrastes. O povo brasileiro é o protagonista, com sua pluralidade, sua complexidade, seu sincretismo, livre de estereótipos. Uma gente que enverga, mas não quebra. A produção é assinada pela mesma produtora de “Cássia Eller, o musical”, a Turbilhão de ideias Entretenimento.

‘Rio mais Brasil, o nosso musical’ se passa nos bastidores da realização de um longa-metragem, livremente inspirado na obra ‘O Povo Brasileiro’, de Darcy Ribeiro. O produtor Martin recebe uma verba para criar uma superprodução, mostrando um Brasil jamais visto antes no cinema. Após muito procurar, ele vê suas ideias traduzidas pela cineasta Cris, que propõe mostrar a essência do povo brasileiro através do livro do Darcy Ribeiro, O Povo Brasileiro.

E a escolha do elenco deve refletir essa proposta, com pessoas de todo o país, que mostrarão um pouco de suas vivências, ajudando a entender o Brasil através da sua gente. À medida que as filmagens avançam, os valores vão sendo reduzidos, até que o investimento na produção é completamente cancelado. Como seguir adiante? O que pode ser feito? Um novo fato reacende as esperanças e possibilita a continuação das filmagens.


A Meia Entrada vale para:
Estudantes, Pessoa com deficiência e um acompanhante, Idosos (pessoas com mais de 60 anos), Jovens pertencentes a famílias de baixa renda, com idades de 15 a 29 anos, Diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas das redes estadual e municipais, Professores da rede pública estadual e das redes municipais de ensino.